• banner-vestibular-2018-2








Imprimir

VIII - Encontro Geral de Ex-Alunos da FAFRAM

banner-8encontro-exalunos

A FAFRAM realizou no dia 17 de Junho o 8º Encontro geral de ex-alunos da instituição. Foi um evento maravilhoso, conseguimos reunir alunos desde a primeira turma de Agronomia quando a FAFRAM começou suas atividades. Agradecemos a todos os ex-alunos que compareceram para abrilhantar este que foi mais um evento de sucesso da FAFRAM.

18814757 1384085908347761 8135514040262579956 o

19095740 1384080365014982 8292445580801137057 o

19143366 1384083695014649 3721686304389460726 o

19143715 1384081108348241 1861479484290140603 o

19143724 1384085285014490 5764027473121911226 o

19144023 1384085105014508 6772236522914145775 o

19144051 1384085678347784 9051914790022723296 o

19144117 1384079091681776 4860172043997918454 o

19144117 1384080665014952 1451894022269415062 o

19144168 1384086155014403 5386845427648510249 o

19144177 1384079021681783 8220858892826183225 o

19221866 1384087078347644 3935638691981777424 o

19222774 1384083825014636 8624265385019344396 o

19222974 1384085555014463 9032904054953002833 o

19238128 1384084861681199 9058295304718721095 o

19243369 1384082121681473 8674240233377286395 o

19250542 1384079635015055 3018482025690213542 o

19250681 1384083608347991 1305620589698782698 o

19250711 1384078598348492 2864189436458275713 o

19264587 1384084261681259 5785909885392877133 o

19390593 1384081145014904 995840160996900530 o

Imprimir

Fafram sediará Encontro Regional de Piscicultura

banner-encontro-psicultura

O Diretor da Fafram Márcio Pereira e o secretário Arnaldo Jardim

Durante a audiência com o Secretário Estadual de Agricultura, Arnaldo Jardim, na manhã de segunda, dia 12 de junho, ficou definido para acontecer no mês de agosto na Fafram (Faculdade Doutor Francisco Maeda) o Encontro Regional de Piscicultura.

A Secretaria estadual já realizou quatro encontros regionais, porém, ainda não aconteceu na região da Alta Mogiana, sendo, portanto escolhida como sede a Faculdade mantida pela Fundação Educacional de Ituverava.

Conforme explicou o diretor da Fafram Márcio Pereira, a estrutura da instituição de ensino, bem como projetos desenvolvidos tanto no segmento de Piscicultura como de Educação Ambiental favoreceram a escolha do local.

O Encontro tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento desta atividade na região. “Temos um projeto protocolado junto à Secretaria da Agricultura disponibilizando as instalações da Fafram para o desenvolvimento destas práticas principalmente nas relacionadas à tanques redes e estaremos envolvendo o Instituto de Pesca”, adiantou Pereira.

O encontro Regional de Piscicultura abrangerá todos os municípios que compõem o Comam, quando a Fafram se tornará um polo de referência, pois a partir do evento sairão as diretrizes para esta prática da atividade. Para Pereira, ambos os projetos em parceria com a Secretaria estadual poderá beneficiar os estudantes.

“Refletindo diretamente nos alunos, com qualificação diferenciada para aqueles que participarem dos projetos, levando em consideração que hoje estas atividades de sustentabilidade e piscicultura se agregarão bastante não só conhecimento, mas práticas que podem ser desenvolvidas”, destacou o diretor.

“As instituições de ensino mantidas pela Fundação têm como premissa promover e apoiar eventos que serão produtivos para os alunos e para a comunidade de forma que cumprimos nossas missões de oferecer ensino de qualidade tanto na teoria como na prática, através do corpo docente e estrutura disponível e também a função social perante a população”, destacou o diretor executivo da FE, Roberto Barbosa.

“Não poderíamos deixar de agradecer o amigo ituveravense Arnaldo Jardim por nos proporcionar esta oportunidade”, conclui Barbosa.

Fonte: Jornal O Progresso

Imprimir

Fafram pode ter biodigestor de energia sustentável

banner-biodigstor

Diretor Executivo da FE, Barbosa e Presidente Galassi entregam projeto ao secretário Jardim

Protocolo de intensão foi apresentado ao secretário estadual de Agricultura Arnaldo Jardim

Na segunda-feira, dia 12 de junho, foi entregue ao secretário estadual de Agricultura, deputado estadual licenciado Arnaldo Jardim, e assinado em conjunto com a Fundação Educacional de Ituverava um protocolo de intensão para convênio entre a Fafram (Faculdade Doutor Francisco Maeda) e Governo do Estado de São Paulo.

O secretário recebeu em Ribeirão Preto o presidente da entidade Pedro César Galassi, o diretor executivo Roberto Inácio Barbosa e o diretor da Fafram, professor Doutor Márcio Pereira.

O encontro foi agendado pelo vereador Rafael Fernando Mendonça de Freitas Mattos “Gabirú” e o presidente do PPS, ex-vereador Luiz Araújo. Também participou do encontro o pai do secretário, senhor Aloysio Jardim.

Conforme explicou o diretor da Fafram, o protocolo representa o compromisso para posteriormente efetivar convênio entre a Fafram/Fundação com a Secretaria de Agricultura com objetivo específico de desenvolver ações sustentáveis no campus da faculdade em Ituverava.

De acordo com Pereira, a parceria com o governo, caso se concretize, será especialmente direcionada à destinação adequada de resíduos de origem vegetal e animal, inicialmente com biodigestor para coleta dos dejetos de suínos e bovinos que gerará energia elétrica sustentável para a manutenção das instalações da Fafram.

“A Fafram funcionará como projeto piloto que será disponibilizado para a Secretaria de Agricultura desenvolver projetos de capacitação dos municípios que compõem o Comam [Consórcio dos Municípios da Alta Mogiana], favorecendo agricultores de 23 municípios da região”, explica Pereira.

“Os resíduos orgânicos que sobrarem também serão usados para fazer compostagem para a fabricação de substrato juntamente com resíduos vegetais que serão obtidos através de trituração de mudas de galhos e posteriormente embalado e disponibilizado para comunidade como fertilizante”, completa o diretor.

O projeto foi elaborado por uma equipe de professores e pesquisadores da Fafram. A secretaria estadual de Agricultura, hoje chefiada pelo deputado ituveravense Arnaldo Jardim, já desenvolve trabalhos relacionados à parte de sustentabilidade para pequenas propriedades agrícolas do estado de São Paulo.

A Fafram se responsabilizaria da parte técnicas com professores e alunos como estagiários e a infraestrutura no seu espaço físico e a secretaria com aporte para instalação do biodigestor e compra de equipamento para a trituração dos galhos que seriam descartados dentro do campus.

O presidente da FE agradeceu o apoio do secretário da Agricultura ao projeto. “A nossa entidade hoje é de grande relevância para Ituverava e região e um projeto desta magnitude beneficiária todos os municípios do Comam, sendo o secretário Arnaldo ituveravense que conhece a seriedade da Fundação e a qualidade da Fafram, acredito que em breve este projeto se tornará realidade através da parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento”, destacou Galassi.

Fonte: Jornal O Progresso

Imprimir

Fafram está entre melhores do Brasil

banner-fafram

O MEC (Ministério da Educação) divulgou um ranking das instituições de ensino superior brasileiras, que incluem universidades, faculdades, centros universitários, IFETs (Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia) e CEFETs (Centros Federais de Educação Tecnológica).

A lista foi publicada no site do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Referente a 2015, ela se apoia no IGC (Índice Geral de Cursos), o indicador oficial de qualidade do ensino superior no país.

Classificada como uma instituição Privada, porém, sem fins lucrativos por ser mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, a Fafram (Faculdade Doutor Francisco Maeda) de Ituverava está no ranking, por ter obtido nota 4, no último IGC. A notícia foi veiculada por grandes veículos de comunicação do Brasil, incluindo a revista Exame, uma de maior credibilidade do país, dividindo a lista em Universidades, Centros Universitários e Faculdades.

Um dos fatores considerados pelo IGC é a média dos CPCs (Conceito Preliminar de Curso) do último triênio, que se refere aos cursos de graduação e é calculado no ano seguinte à realização do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes).

Outro componente da avaliação é a média dos conceitos atribuídos pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) a programas de pós-graduação stricto sensu na última avaliação trienal.
A distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu também é considerada para determinar a nota da instituição.

Uma instituição é considerada excelente quando atinge as faixas 4 ou 5 no IGC, que vai de 1 a 5. De um total de 2.109 instituições de ensino superior avaliadas, apenas 375 entraram nesse grupo seleto.

Aquelas que não chegam à nota mínima 3 são consideradas insatisfatórias para os padrões do MEC e podem sofrer punições.

Algumas instituições da lista completa aparecem sem conceito ou com a informação de descredenciamento. Outras são classificadas como sub-júdice.

A USP (Universidade de São Paulo), que encabeça diversos rankings de universidades brasileiras, não está na lista porque não participa do Enade, usado para a avaliação do MEC.

Os cursos avaliados no último triênio são: administração, administração pública, ciências contábeis, ciências econômicas, design, direito, jornalismo, psicologia, publicidade e propaganda, relações internacionais, secretariado executivo, tecnologia em comércio exterior, tecnologia em design de interiores, tecnologia em design de moda, tecnologia em design gráfico, tecnologia em gastronomia, tecnologia em gestão comercial, tecnologia em gestão de qualidade, tecnologia em gestão de recursos humanos, tecnologia em gestão financeira, tecnologia em gestão pública, tecnologia em logística, tecnologia em marketing, tecnologia em processos gerenciais, teologia e turismo.

Veja a no site da revista Exame.com as melhores universidades, faculdades, institutos federais, centros universitários e faculdades do Brasil, segundo esse ciclo de avaliação do MEC. Os rankings foram divididos em três tabelas, de acordo com o tipo de instituição.

Fonte: Jornal O Progresso

Imprimir

Peiex promove oficina de competitividade em vendas

banner peiex oficina vendasFoi realizada, dia 31 de maio, a Oficina de Competitividade sobre Marketing e Vendas para Exportação do PEIEX (Projeto Extensão Industrial Exportadora), que é desenvolvido no município por meio de convênio firmado entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Fundação Educacional de Ituverava.

O evento foi no Salão Nobre da FE, e contou com a participação de mais de 30 empresas de diversos segmentos, como calçados, cachaça artesanal, cosméticos, TI, metalúrgica, confecções, alimentos, bebidas, entre outras e dos técnicos extensionistas do projeto.

O objetivo do convênio é permitir que a instituição de ensino atenda regionalmente empresas que exportam e também as que estão interessadas em começar a comercializar seus produtos fora do país, oferecendo capacitação para desenvolverem esse trabalho da maneira mais eficiente possível. 
O PEIEX atende 80 empresas de 20 cidades dos Estados de São Paulo e Minas Gerais. Entre os municípios abrangidos estão Ituverava, São Joaquim, Guará, Franca, Cristais, Pedregulho, Guaíra, Patrocínio Paulista.

Dez profissionais – entre professores, profissionais de mercado e estagiários – orientam as empresas em seis áreas: Capital Humano, Administração Estratégica, Vendas e Marketing, Finanças e Custos, Comércio Exterior e Manufatura.

A finalidade é proporcionar melhoria na competitividade e preparar as empresas para atividades de exportação.

Pilares

O convênio tem duração de dois anos, mas pode ser prorrogado caso todas as metas – como número de empresas participantes – sejam alcançadas. “O ensino superior tem três pilares: pesquisa, ensino e extensão. E este é um projeto de extensão, que visa aproximar o meio empresarial da instituição de ensino”, explica o diretor da FFCL, Antônio Luís de Oliveira (“Toca”). 
“O encontro foi realizado com sucesso e as empresas participantes receberam importantes orientações, que sem dúvida contribuirão para que melhorem e ampliem o serviço de exportação”, completa Toca.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Atleta da Academia Lucas Silva é vicecampeão em Copa Mercosul de Jiu-Jitsu

banner-fernando-cesar-mercosul

Após conquistar o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE) e garantir vaga no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo que acontecerá no mês de julho, o ituveravense Fernando César Pereira de Freitas, da Academia de Artes Marciais Lucas Silva, ampliou seu quadro de medalhas no último domingo, 11.

O atleta participou da Copa Mercosul de Jiu-Jitsu e por pouco não levou o ouro na Categoria “Super Pesado”. Único ituveravense na competição, Fernando foi vice-campeão e trouxe a medalha de prata, após disputar três lutas.

A competição organizada pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo foi no Ginásio Mauro Pinheiro, no Ibirapuera, em São Paulo, e reuniu um grande número de atletas brasileiros e internacionais.

Lutando há 6 anos, junto com seu companheiro de tatame e treinador, Lucas Rafael Oliveira da Silva, o ituveravense comemorou a vitória e a oportunidade de competir em um nível mais alto. “Foi muito bom ter conseguido chegar até aqui, mesmo não conquistando o primeiro lugar”, ressaltou.

Atletas de alto nível

“Além de uma experiência única, essa competição me proporcionou a oportunidade de participar de um evento com atletas de alto nível, de várias partes do Brasil e até mesmo de outros países. Também pude colocar em prática todos os ensinamentos e técnicas adquiridas durante todo o ciclo de treinamentos e ainda mostrar o potencial de Ituverava nessa modalidade esportiva”, afirma o lutador.

“Agradeço a Fundacional Educacional de Ituverava, na pessoa do diretor da Fafram, Márcio Pereira, à Academia Atenas Musculação, à SLD Nutrição Esportiva, ao Açaí Raiz, à Secretaria de Esportes de Ituverava, e ao vereador Marcos Advincula Joazeiro (“Markim do Sindicato”) pelo apoio e incentivo que eu e minha equipe temos recebido”, agradece Fernando César.

Elogio

O treinador Lucas Rafael Oliveira da Silva elogia a performance do atleta e ressalta que a conquista é fruto de muito trabalho, dedicação, foco e disciplina. “Ter um atleta disputando uma competição de tão alto nível e se classificando entre os primeiros, significa que o trabalho que estamos realizando em nossa academia está sendo eficiente”, destaca.

“Mesmo com todas as dificuldades para treinar em um nível mais elevado, pois todos da academia trabalham ou são estudantes, e chegar em numa competição com atletas que treinam praticamente 24 horas por dia, e ainda assim, conquistar uma boa classificação, nos deixa mais motivados e mostra que não há obstáculos quando se tem um objetivo. Meus sinceros agradecimentos a todos que o Fernando já citou, e também a à secretária da Educação, Rosa Maria Alves pelo apoio”, agradece Lucas Silva.

O Atleta

O estudante Fernando César Pereira de Freitas, 24 anos, é pai da pequena Sophia Pereira Diniz e filho de Iolanda Maria Pereira da Silva. Ele é neto de Valdomira Pereira da Silva e sobrinho de Amarildo Pereira da Silva.

Próximo Compromisso

Mas se engana quem acha que o lutador vai ter moleza nas próximas semanas. Após as últimas conquistas, ele já tem dois desafios marcados. No dia 25 de junho, o atleta e outros alunos da Academia de Artes Marciais Lucas Silva, participarão da Copa Kamikase de Sports de Jiu-Jitsu, que acontecerá em Ribeirão Preto.

No mês de julho, o lutador se unirá mais uma vez a centenas de atletas, para disputar um dos eventos mais esperados pelos competidores, o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo.

Fonte: Tribuna de Ituverava