• banner-vestibular-2018








Imprimir

Arnaldo Jardim discute sobre agricultura em Ituverava

banner-arnaldo-jardim1Secretário esteve no município na última quarta-feira, 20 de setembro, em evento promovido na Fafram

Esteve em Ituverava quarta-feira, 20 de setembro, o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento e deputado federal, Arnaldo Jardim. Ele veio participar do encontro “Os Novos Caminhos da Aquicultura Paulista”, realizado na Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), pela Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento.

O encontro reuniu autoridades e produtores de toda a região, e teve o objetivo de difundir novas técnicas de aquicultura, que é o estudo técnico de cultivo e reprodução de peixes, algas, crustáceos ou moluscos, e difundir projetos nas áreas da região de Orlândia e Franca, totalizando 30 municípios.

A aquicultura é responsável por cultivar organismos aquáticos em condições controladas, com iluminação e temperatura da água ideais para a criação da espécie em questão. Em muitas ocasiões a aquicultura ocorre em tanques.

Formaram a mesa diretora, além do secretário Arnaldo Jardim; o presidente da Fundação Educacional de Ituverava, Pedro César Galassi; o diretor da Fafram, Márcio Pereira; o diretor da CATI de Orlândia, Paulo César da Luz Leão; o diretor da Defesa Sanitária Animal, José Eduardo Alves de Lima; o presidente da Santa Casa de Ituverava e conselheiro da FE, Luiz Carlos Rodrigues (“Busa”); o secretário da Indústria, Comércio e Agricultura, Luciano Chaebub Rodrigues (“Lolô”), que representou a prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado; o diretor da CATI Regional, Pedro César Barbosa Avelar; o diretor da EDR de Orlândia, José Eduardo Girardi; o presidente do Sindicato Rural de Ituverava e da Aprosoja-SP, Gustavo Ribeiro Rocha Chavaglia; a prefeita de Aramina, Dalva Aparecida Pierazo Rodrigues, e o gerente da Cetesb de Franca, Evandro Fischer.

Programação
O secretário da Agricultura e Abastecimento Arnaldo Jardim abriu o evento às 8h30. Em seguida, foram proferidas cinco palestras entre 9h e 12h: “Panorama da Aquicultura Paulista”, “Licenciamento Ambiental da Aquicultura”, “Guita de Trânsito Animal”, “Linhas de Financiamento para a Aquicultura” e “Atividades da Fafram no Desenvolvimento Regional da Psicultura”. Ao fim do encontro, foi realizado um almoço de confraternização.

Motivo

Segundo Arnaldo Jardim, esse encontro tem ocorrido em diversas regiões do Estado, para atender a Resolução SAA nº 73, publicada no Diário Oficial do Estado em novembro de 2016, que estabelece novos parâmetros de classificação de espécies alóctones, exóticas e híbridos que têm o cultivo permitido em rios e reservatórios do Estado, bem como os locais autorizados para o cultivo de cada espécie.

O Instituto de Pesca atualizará a lista a cada dois anos, com base em pesquisas que demonstrem o potencial de invasão das espécies, levando em consideração a sustentabilidade baseada de maneira integrada em aspectos ambientais, econômicos e sociais.

Para a classificação, os pesquisadores irão avaliar potencial zootécnico das espécies cultivadas, em suas respectivas bacias hidrográficas e os sistemas de produção adotados, bem como os resultados do Censo Estrutural e Monitoramento da Pesca e Aquicultura Continental e Marinha no Estado de São Paulo.

“Com a formalização da atividade, será possível agregar maior valor à produção, incentivando o consumo da proteína animal no País e incrementando as exportações. A medida visa apoiar o pequeno produtor, como nos orienta o governador Geraldo Alckmin”, afirma.

Importância do Evento

O presidente da FE, Pedro César Galassi aprovou o encontro. “Recebemos um grande número de participantes de toda a região. Foram momentos de aprendizado, pois o secretário Arnaldo Jardim e os palestrantes transmitiram importantes conhecimentos a respeito de uma atividade que deve ser incentivada em toda a região, pois os municípios têm muito potencial para isso”, enfatiza Pedrinho.

O diretor da Fafram, Márcio Pereira, também elogia a inciativa do governo. “A aquicultura é uma atividade rentável e em plena expansão. Este é o momento de incentivá-la em nossa região, o que foi muito bem observado e difundido pelo secretário Arnaldo Jardim”, completa.

Fonte: Tribuna de Ituverava