• banner-vest-2018-2-fe








Imprimir

Arnaldo Jardim discute sobre agricultura em Ituverava

banner-arnaldo-jardim1Secretário esteve no município na última quarta-feira, 20 de setembro, em evento promovido na Fafram

Esteve em Ituverava quarta-feira, 20 de setembro, o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento e deputado federal, Arnaldo Jardim. Ele veio participar do encontro “Os Novos Caminhos da Aquicultura Paulista”, realizado na Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), pela Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento.

O encontro reuniu autoridades e produtores de toda a região, e teve o objetivo de difundir novas técnicas de aquicultura, que é o estudo técnico de cultivo e reprodução de peixes, algas, crustáceos ou moluscos, e difundir projetos nas áreas da região de Orlândia e Franca, totalizando 30 municípios.

A aquicultura é responsável por cultivar organismos aquáticos em condições controladas, com iluminação e temperatura da água ideais para a criação da espécie em questão. Em muitas ocasiões a aquicultura ocorre em tanques.

Formaram a mesa diretora, além do secretário Arnaldo Jardim; o presidente da Fundação Educacional de Ituverava, Pedro César Galassi; o diretor da Fafram, Márcio Pereira; o diretor da CATI de Orlândia, Paulo César da Luz Leão; o diretor da Defesa Sanitária Animal, José Eduardo Alves de Lima; o presidente da Santa Casa de Ituverava e conselheiro da FE, Luiz Carlos Rodrigues (“Busa”); o secretário da Indústria, Comércio e Agricultura, Luciano Chaebub Rodrigues (“Lolô”), que representou a prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado; o diretor da CATI Regional, Pedro César Barbosa Avelar; o diretor da EDR de Orlândia, José Eduardo Girardi; o presidente do Sindicato Rural de Ituverava e da Aprosoja-SP, Gustavo Ribeiro Rocha Chavaglia; a prefeita de Aramina, Dalva Aparecida Pierazo Rodrigues, e o gerente da Cetesb de Franca, Evandro Fischer.

Programação
O secretário da Agricultura e Abastecimento Arnaldo Jardim abriu o evento às 8h30. Em seguida, foram proferidas cinco palestras entre 9h e 12h: “Panorama da Aquicultura Paulista”, “Licenciamento Ambiental da Aquicultura”, “Guita de Trânsito Animal”, “Linhas de Financiamento para a Aquicultura” e “Atividades da Fafram no Desenvolvimento Regional da Psicultura”. Ao fim do encontro, foi realizado um almoço de confraternização.

Motivo

Segundo Arnaldo Jardim, esse encontro tem ocorrido em diversas regiões do Estado, para atender a Resolução SAA nº 73, publicada no Diário Oficial do Estado em novembro de 2016, que estabelece novos parâmetros de classificação de espécies alóctones, exóticas e híbridos que têm o cultivo permitido em rios e reservatórios do Estado, bem como os locais autorizados para o cultivo de cada espécie.

O Instituto de Pesca atualizará a lista a cada dois anos, com base em pesquisas que demonstrem o potencial de invasão das espécies, levando em consideração a sustentabilidade baseada de maneira integrada em aspectos ambientais, econômicos e sociais.

Para a classificação, os pesquisadores irão avaliar potencial zootécnico das espécies cultivadas, em suas respectivas bacias hidrográficas e os sistemas de produção adotados, bem como os resultados do Censo Estrutural e Monitoramento da Pesca e Aquicultura Continental e Marinha no Estado de São Paulo.

“Com a formalização da atividade, será possível agregar maior valor à produção, incentivando o consumo da proteína animal no País e incrementando as exportações. A medida visa apoiar o pequeno produtor, como nos orienta o governador Geraldo Alckmin”, afirma.

Importância do Evento

O presidente da FE, Pedro César Galassi aprovou o encontro. “Recebemos um grande número de participantes de toda a região. Foram momentos de aprendizado, pois o secretário Arnaldo Jardim e os palestrantes transmitiram importantes conhecimentos a respeito de uma atividade que deve ser incentivada em toda a região, pois os municípios têm muito potencial para isso”, enfatiza Pedrinho.

O diretor da Fafram, Márcio Pereira, também elogia a inciativa do governo. “A aquicultura é uma atividade rentável e em plena expansão. Este é o momento de incentivá-la em nossa região, o que foi muito bem observado e difundido pelo secretário Arnaldo Jardim”, completa.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Diretoria da FE vistoria obras do Campus da FAJOB

Faculdade São Joaquim da Barra é a terceira instituição de ensino mantida pela Fundação Educacional de Ituverava

banner-fe-fajobUma comitiva de diretores da Fundação Educacional de Ituverava esteve em São Joaquim da Barra dia 15 de setembro, para vistoriar as obras do campus da Fajob (Faculdade São Joaquim da Barra), terceira instituição de Ensino Superior da FE, que oferecerá os cursos de Direto, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Pedagogia.

Participaram da visita, o presidente da FE, Pedro César Galassi; o secretário Paulo César da Luz Leão; o diretor-executivo, Roberto Inácio Barbosa; o vice-diretor-executivo, Antônio Gonçalves Delgado; o procurador-jurídico, Luiz Miguel Ribeiro Moysés; o superintendente Luís Olavo Alves ("Luque"); os conselheiros Roberto Mirandola, Vicente Paulo Vieira, Alcides Barbosa Garcia e Milton Okano; o diretor da FFCL, Antônio Luís de Oliveira (“Toca”) e o diretor da Fafram, Márcio Pereira.

As reformas e adequações do prédio, onde funcionava um colégio particular, já estão em fase de conclusão. “São 17 salas de aulas, biblioteca, laboratórios, salas de diretoria, coordenação, reunião e quadra poliesportiva”, explica o presidente da FE, Pedro César Galassi, que aprovou o adiantado das obras.

Adequações
Embora tenha funcionado como escola, o prédio exigiu uma reforma geral e adequações às normas de acessibilidade. “O prédio foi cedido pela Prefeitura de São Joaquim da Barra em regime de comodato por 35 anos, com direito à permuta ao final”, observa Galassi.

“Os quatro cursos que funcionarão na Fajob serão nos períodos diurno e noturno, portanto, serão 100 vagas por curso (50 diurno e 50 noturno), ou seja, a instituição já vai começar a funcionar com a capacidade de atender 400 estudantes, somando os dois períodos”, ressalta.

Ainda de acordo com ele, o novo campus também faz parte da expansão, não só dos cursos, mas também do patrimônio da FE. “É importante lembrar que a abertura dos cursos já está em fase de credenciamento junto ao MEC (Ministério da Educação) para que o funcionamento seja autorizado, o que deve ocorrer em breve”, anuncia.

Primeiro vestibular
Ainda de acordo com o presidente, a FE está trabalhando para realizar o primeiro vestibular no final de 2017, para início das atividades no começo de 2018, o que também depende das aprovações do MEC.

“Após a conclusão das obras, o Ministério da Educação enviará uma comissão para avaliar as condições da estrutura, corpo docente, material didático e outras questões. Acreditamos que serão aprovadas, pois seguirão o mesmo padrão da FFCL e da Fafram, ambas com conceitos elevados junto ao MEC”, destaca.

“A ideia é que possamos realizar o vestibular no final do ano e iniciar as atividades da Fajob (Faculdade São Joaquim da Barra) no início de 2018, que será mais um momento histórico para Fundação Educacional de Ituverava”, completa Pedro César Galassi.

Imprimir

Cursos da FE são citados no Guia do Estudante

Publicação da Editora Abril sai em outubro e avalia a qualidade das instituições de Ensino Superior no Brasil

banner-diretoriaMais uma vez a Fundação Educacional de Ituverava se destaca nacionalmente; e sete cursos da Ensino Superior de Ensino foram relacionados pelo Guia do Estudante da Editora Abril, um dos principais veículos de divulgação de Instituições de Ensino Superior do Brasil e de avaliação de cursos superiores de bacharelado e licenciatura.

Os cursos foram Administração, Ciências Contábeis, Letras e Pedagogia, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL); Agronomia, Direito e Medicina Veterinária, da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), sendo que todos os sete receberam três estrelas, o que os classifica como “bons cursos”.

A análise do Guia do Estudante se constitui de uma pesquisa de opinião feita, basicamente, com professores e coordenadores de curso. Eles respondem a um questionário composto por 15 questões com temas relativos ao corpo docente, produção científica e instalações físicas, entre outros, e emitem conceitos que permitem classificar os cursos em bons (três estrelas), muito bons (quatro estrelas) e excelentes (cinco estrelas).

A avaliação de cursos superiores do Guia do Estudante (GE) integrará a publicação GE Profissões Vestibular 2018, que começa a circular nas bancas a partir do dia 16 de outubro de 2017.

Metodologia
O Guia apresenta sua metodologia por etapas: avaliação de dados cadastrais da instituição e instalações, titulação dos professores mestres e doutores, instalações físicas, desenvolvimento de pesquisas acadêmicas; pareceres de especialistas nas áreas avaliadas; consultoria de empresas independentes de auditoria e de avaliação de técnicas de pesquisa.

A primeira versão do Guia do Estudante foi publicada em 1984, como uma edição especial do Almanaque Abril. O objetivo, que se manteve ao longo dos anos, é orientar os estudantes interessados em ingressar no ensino superior, sobre o que e onde estudar, apresentando informações atualizadas sobre o mercado de trabalho e novas profissões.

Conquista
De acordo com o presidente da Fundação Educacional de Ituverava, Pedro César Galassi, a conquista é reflexo de um trabalho sério desenvolvimento por diretoria e toda a equipe da FE.

“A Fundação Educacional de Ituverava é uma instituição que busca sempre oferecer o melhor aos seus alunos. Neste ano, comprovando isso, tivemos sete cursos classificados com três estrelas no Guia do Estudante da Editora Abril, o que nos coloca entre as melhores instituições de Ensino Superior do país”, ressalta Pedro César Galassi.

O diretor da FFCL, Antônio Luís de Oliveira (“Toca”), fala sobre os cursos. “Buscamos sempre aprimorá-los através de metodologia e capacitação do corpo docente. Vemos de perto os resultados e a classificação dos cursos três estrelas é mais uma prova de que estamos no caminho certo”, ressalta Toca.

O diretor da Fafram, Márcio Pereira, lembra que está não é a primeira vez que os cursos aparecerem no guia. “É gratificante ver os cursos serem novamente citados como referência em uma publicação tão renomada e de grande alcance como Guia do Estudante da Editora Abril. Isso demonstra a seriedade e a transparência da instituição”, completa Márcio Pereira.

Imprimir

ENADE tem mudanças de regras e prazo ampliado

banner enade 2017O Ministério da Educação divulgou as novas regras para a inscrição no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), cujos prazos foram ampliados. As alterações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

Agora, os coordenadores de cursos superiores têm até 31 de agosto para cadastrar os dados dos estudantes que farão a prova. Já os registros de alunos em lotes só podem ser feitos até o dia 25 deste mês. Depois dessa data, serão aceitas apenas as inscrições individuais. O exame é destinado aos graduandos que devem concluir o curso neste ano e aos que estavam em situação irregular desde edições anteriores.

A participação no Enade é pré-requisito para a aprovação dos estudantes nos cursos de graduação. A prova consiste em uma avaliação de desempenho pessoal e em um questionário sobre as disciplinas cursadas.

Neste ano, o exame será aplicado aos matriculados nas áreas de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia e Sistemas de Informação.

O diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, Antônio Luís de Oliveira (“Toca”), fala sobre a importância do Enade.

“Trata-se de um exame extremamente importante dos pilares na avaliação do sistema nacional de Ensino Superior e tem como objetivo examinar com exatidão o rendimento dos alunos dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos, suas habilidades e competências”, diz Toca.

Outros Cursos

Também será aplicado para os cursos que conferem diploma de bacharel e licenciatura nas áreas de Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras-Português, Matemática e Química; dos cursos que conferem diploma de licenciatura nas áreas de Artes Visuais, Educação Física, Letras-Português e Espanhol, Letras-Português e Inglês, Letras-Inglês, Música e Pedagogia, e dos cursos que conferem diploma de tecnólogo nas áreas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão da Produção Industrial, Redes de Computadores e Gestão da Tecnologia da Informação.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

SEGUNDA CHAMADA PARA RENOVAÇÃO DO REQUERIMENTO DE BOLSA

ATENÇÃO ALUNO BOLSISTA
SEGUNDA CHAMADA PARA RENOVAÇÃO DO REQUERIMENTO DE BOLSA

A Fundação Educacional de Ituverava comunica ao aluno bolsista que perdeu o prazo para entrega do requerimento de bolsa na primeira chamada, que poderá fazê-lo de 16 a 20 de Outubro. (Segunda a Sexta-feira)

Desta forma, o requerimento deverá ser entregue somente na secretaria administrativa da FE no Campus I para Vânia ou Verusca, das 08:00 h às 17:00 h munido de cópias dos seguintes documentos:

  • Imposto de Renda (Exercício 2016) do requerente e do grupo familiar (quem declarar);
  • Holerite ou carteira de trabalho de todos do grupo familiar;
  • Se for profissional autônomo – Declaração de comprovação de renda;
  • Contas de água, luz e telefone (residencial / celular) todas do mês anterior;
  • Financiamento (casa, veículo, bancário);
  • Outros comprovantes de despesas que comprometam a renda do grupo familiar, como atestados de doença que acometam membros da família e etc.
  • O requerimento deve ser assinado pelo aluno (quando maior) ou pelo responsável

O não cumprimento da entrega do requerimento no prazo estipulado implica no cancelamento imediato e permanente da Bolsa de Estudo.

Imprimir

Santander Universidades lança segunda edição de game que dará bolsas de estudo em Boston

banner jogos santander

Os 30 estudantes com maior pontuação ganharão um curso de Empreendedorismo na Babson College, em Boston, EUA, com todas as despesas inclusas;

Diante da enorme aceitação e sucesso do Academicxs Game, que teve mais de 40 mil inscritos, o Santander Universidades lançou, esta semana, a segunda edição da competição. O Academicxs Game 2.0 é um jogo que testará de forma divertida todos os conhecimentos do participante, que a cada resposta correta estará mais próximo da bolsa para o curso na Babson College, universidade que é reconhecida como melhor escola de Empreendedorismo dos Estados Unidos, pela U.S. News & World Report.

Para iniciar o jogo o participante deverá criar seu avatar e passar pelas trilhas liberadas em blocos de atividades sobre conhecimentos gerais, empreendedorismo, idioma, além de pílulas de conhecimento em empreendedorismo e sustentabilidade. O regulamento completo você encontra no próprio APP, que está disponível para Android e IOS. Universitários de qualquer instituição de ensino e curso podem participar e concorrer às bolsas de estudo, mas a disputa pelo intercâmbio será restrita aos universitários clientes do Santander.

De acordo com o diretor do Santander Universidades, Ronaldo Rondinelli, a gameficação é uma estratégia eficaz diante do público jovem. “De forma descontraída, conseguimos levar conhecimento e diversão ao mesmo tempo em que temos a oportunidade de mencionar nossas iniciativas não financeiras, como as próprias bolsas de estudo”, explica.

As atividades do Academicxs serão liberadas semanalmente de maneira randômica em formato de mini-jogos, e os participantes acumulam mais pontos ao utilizar os produtos e serviços do Banco.

Os jogadores que completarem todas as etapas com mais de 70% de aproveitamento recebem um certificado Universia, que enriquecerá o currículo do jogador. Em 2016, o Santander Universidades distribuiu 3 mil bolsas de estudos para universitários. Este ano a expectativa é contemplar 3,3 mil estudantes.

Santander Universidades

O Santander foi reconhecido pelo ranking Global Fortune 500 como a empresa que mais investe em educação no mundo. Criado há 20 anos, o Santander Universidades é pioneiro em desenvolver uma oferta adequada para cada fase de vida do estudante e investe fortemente na educação superior: desde 1996, foram mais de R$ 4 bilhões em todo o mundo. Até hoje, já foram concedidas mais de 140 mil bolsas de estudos em 21 países, nos quais mantém parceria com cerca de 1,2 mil universidades. No Brasil, são cerca de 400 instituições conveniadas.

Imprimir

Alunos do Curso de Direito da FAFRAM realizam Júri Simulado

banner-juri-simulado-fafram-2017A Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) – instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava – promoveu, na última terça-feira, 8 de agosto, a sessão simulada do Tribunal do Júri.

O evento foi realizado no Escritório de Assistência Judiciária (EAJ), no campus I (FFCL), e reuniu autoridades convidadas, professores e alunos do curso de Direito.

A sessão foi presidida pelo juiz de Direito Dr. Clóvis Humberto Lourenço Júnior, que conduziu o júri fictício de Crimes Dolosos Contra a Vida. Atuaram no júri, que foi acompanhado por advogados estudantes através de um telão no Salão Nobre da FE, os alunos da 10ª turma de Direito da Fafram.

Participação

A atividade é realizada anualmente, com a participação de alunos, autoridades jurídicas e convidados. O objetivo desta atividade didática é familiarizar o aluno com o ambiente de um Tribunal, explicar o funcionamento de uma sessão de Júri, bem como, divulgar o curso de Direito.

“O júri simulado é expressamente importante para a familiaridade do acadêmico com o plenário, haja vista que todo caso de homicídio doloso é levado a júri popular”, explica o vice-presidente do Diretório Acadêmico “Dr. Antônio Roberto Sandoval Filho”, Gustavo Custódio Privato Eik.

O diretor da Fafram, Márcio Pereira, elogia a atividade. “É muito importante para dar uma visão prática àquilo que os alunos aprendem em sala de aula ao longo do curso. Fico muito feliz porque os alunos não só participam, mas se empenham para atuar no júri. Estão todos de parabéns”, elogia o diretor.

Ao fim do evento, o DA de Direito presentou o juiz de Direito Dr. Clóvis Humberto Lourenço Júnior com uma caneta.

Fonte: Tribuna de Ituverava