• banner-site-vestibular-2019-1a
  • banner-congresso-2018
  • banner-bradesco








Imprimir

Fafram já formou 1.458 Engenheiros Agrônomos

formandos-2016-1

Instalado em 1987, curso de Agronomia da Fafram está na 50ª turma de formandos

Em todas as crises econômicas que assolam o país, fica cada vez mais evidente a importância do agronegócio para a economia brasileira. Se a situação está difícil, ela seria muito pior se não fosse por este setor, responsável por 23% do PIB brasileiro e 40% do faturamento das exportações.

E neste contesto, Ituverava tem grande relevância. Isso porque além de a cidade ter uma histórica intrinsecamente ligada à agricultura, ela conta com a Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, que na última semana viveu um momento histórico, ao formar a 50ª turma do curso de Agronomia, considerado um dos melhores do país.

O paraninfo dos 52 diplomados da 50ª turma de Engenharia Agronômica, que recebeu o nome de “Professora Anice Garcia”, foi o deputado federal e secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim que fez questão de participar do evento.

A qualidade do ensino do curso de Agronomia é garantido pela reconhecida competência de seus professores, atestada pela excelente titulação acadêmica, vivência profissional e pela estrutura organizacional, condições avaliadas e reconhecidas pelo MEC.

Com alto índice de empregabilidade, atualmente a Fafram tem mais de 200 convênios firmados com empresas públicas e privadas ligadas ao setor agroprodutivo, onde os alunos realizem seus estágios de conclusão de curso, facilitando sua inserção no mercado de trabalho logo após a formatura.

Outro diferencial

Outro diferencial da Fafram é a estrutura da instituição. No campus da II da FE, onde o curso funciona, há a Fazenda Experimental, credenciada pelo Ministério da Agricultura, local onde os estudantes participam de aulas práticas de diversas disciplinas.

O curso dura quatro anos e meio, e o coordenador é o professor mestre Vinícius Antonio Maciel Júnior. Além dele, outros 35 professores, sendo 92% mestres e doutores, fazem parte do corpo docente do curso. A maior parte está como docente desde que o curso foi instalado, em 1987, o que demonstra que a Fafram também oferece estabilidade e boas condições de trabalho aos seus profissionais.

Diretor da Fafram comenta sobre a qualidade do curso

Para o diretor da Fafram, Márcio Pereira, chegar a 50 turmas e mais de 1,4 mil profissionais formados é um grande marco. “Desde 1987, quando o curso foi instalado, até os dias atuais, a tecnologia avançou muito no setor da agricultura, e os agrônomos formados pela Fafram têm uma grande parcela de contribuição nisso”, afirma.

“Hoje temos profissionais formados pela Fafram atuando em todos os Estados brasileiros, sendo que muitos estão à frente de multinacionais, empresas próprias, associações e cooperativas. Além disso, sempre formamos profissionais éticos, pois sabemos que não basta ser bom apenas no desempenho de suas funções”, ressalta o diretor.

Grade Curricular

A grade curricular mescla disciplinas técnicas e científicas. Os dois primeiros anos trazem matérias das áreas de Ciências Biológicas e Exatas, como biologia, bioquímica e estatística.

Nos três anos seguintes, o forte são as disciplinas profissionalizantes, ministradas em subáreas como ciência do solo ou agricultura, entre outras. Mas há, também, aulas de gestão e administração.

Boa parte da carga horária é dedicada a aulas práticas em laboratórios e fazendas experimentais. O estágio é obrigatório, assim como o trabalho de conclusão de curso.

Mercado de Trabalho

O agronegócio representa 23% do PIB brasileiro e 40% do faturamento das exportações do país, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq-USP. Grande parte das exportações do Brasil é de commodities, portanto, vêm daí as melhores oportunidades para o engenheiro agrônomo, em órgãos do governo, em empresas exportadoras ou importadoras, em indústrias de alimentos, sementes, adubos e equipamentos, ou grandes propriedades rurais.

As exigências legais para a preservação dos recursos naturais também abrem frentes de trabalho meio ambiente. Cresce ainda a produção de orgânicos, cuja demanda deve aumentar nos próximos anos - a produção está na mão de pequenos produtores. Há boa oferta de trabalho nas regiões que tradicionalmente têm grandes extensões de terra dedicadas à produção agrícola como Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

Presidente da FE fala sobre a qualidade do curso de Agronomia
O presidente da Fundação Educacional de Ituverava, o empresário César Luiz Mendonça, fala sobre a qualidade do curso de Agronomia da Fafram, instituição de ensino mantida pala Fundação Educacional de Ituverava. “A formatura da 50ª turma de Agronomia nos traz a certeza de que a Fundação Educacional de Ituverava está no caminho certo, formando profissionais altamente qualificados, mantendo o nível do curso em um patamar em alto nível, proporcionando aos formandos condições de enfrentar o mercado de trabalho, com dignidade, respeito e referência, não só no nosso Estado, mas em todo o país”, afirma o presidente.

“Estamos formando mais uma turma, é porque realmente temos uma grande demanda pelo curso e a certeza de que estamos devolvendo e entregando aos nossos formandos um diploma de que realmente ele está capacitado e qualificado para desempenhar sua função de ajudar no desenvolvimento no nosso país, gerador de riqueza com o aumento da produtividade e na pesquisa”,observa.

“Para nós, da Fundação Educacional de Ituverava, é motivo de muito júbilo alcançar este expressivo número de turmas e lógico, a certeza que vamos multiplicar por várias vezes. Hoje são mais de 1,4 mil alunos graduados através da FE, espalhados pelo país dando a sua contribuição para o nosso desenvolvimento”, diz Mendonça.

Medicina Veterinária

“Também formamos recentemente mais uma turma de Medicina Veterinária, que é um curso que também está se tornando referência, pelas instalações, Hospital Veterinário da melhor qualidade e pelo campus que é excelente, tanto para este curso quanto para Agronomia”, ressalta.

“O campus é a céu aberto, onde o aluno tem a possibilidade de ter aulas teóricas e práticas na própria instituição. Essas comodidades geram conhecimentos extras aos nossos formandos. Também dispomos de um corpo docente totalmente comprometido com a boa educação e preparado para formar excelentes profissionais”.

“Hoje é momento de muito orgulho e satisfação por poder contribuir com a nossa região e com nosso país, formando profissionais altamente qualificados para desenvolver a agropecuária brasileira”, afirma o presidente da FE, o empresário César Luiz Mendonça.

Elogios

O engenheiro agrônomo Geraldo Ribeiro de Mendonça Júnior, 47 anos, diretor-executivo da GRM Agrícola e Floresta SA e formando da 1ª turma de Agronomia da Fafram, fala sobre a instituição de ensino.

“O conhecimento técnico/pedagógico que aprendi na Fafram, juntamente com a experiência de morar fora, em uma cidade acolhedora como Ituverava, foram muito importantes para minha realização profissional e também pessoal”, afirma.

“Passados quase vinte e cinco anos de formado, utilizo quase que diariamente a base que aprendi na faculdade, e também os conceitos ali adquiridos. Hoje, meu filho mais velho cursa o quarto período de Agronomia, o que me deixa feliz e orgulhoso. Sei que ele vai ter uma boa base para os desafios futuros”, elogia Geraldo Ribeiro de Mendonça Júnior.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Fafram forma 73 Alunos de Agronomia e Veterinária

Solenidade foi realizada na última quinta-feira,7 de julho, no núcleo cultural “Dr. Paulo Borges de Oliveira”

formaturas-agronomia-veterinaria-2016-1Foram realizadas na última quinta-feira, 7 de julho, as solenidades de formatura da 50ª turma de Engenharia Agronômica e da 15ª turma de Medicina Veterinária, da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava.

As colações de grau ocorreram no Núcleo Cultural “Dra. Paulo Borges de Oliveira”, Salão Social da Apae, e foram acompanhadas por diversas autoridades, como dirigentes da FE, professores e representantes dos Poderes Executivo e Legislativo.

O padrinho da 50ª turma de Agronomia, que recebeu o nome de “Professora Anice Garcia”, foi o deputado federal e secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim que fez questão de participar do evento.

O paraninfo foi o professor José Antônio de Souza Rossato Júnior e patrono o diretor-executivo da Fundação Educacional de Ituverava, Roberto Inácio Barbosa.

Na manhã do dia 7, às 10h, os 52 formandos em Engenharia Agronômica fizeram o plantio da árvore da turma e descerraram a placa dos formandos. Às 19h, foi realizada a Celebração da Palavra, seguida pela Colação de Grau.

Medicina Veterinária
A 15ª turma de Medicina Veterinária “Professor Rafael Paranhos de Mendonça”, teve como paraninfa a professora Elzylene Lega Palazzo; o patrono foi o diretor-executivo da Fundação Educacional de Ituverava, Roberto Inácio Barbosa, e padrinho o professor Daniel Paulino Júnior.

Os 21 formandos do curso de Medicina Veterinária realizaram o plantio da árvore da turma e descerraram a placa dos formandos às 10h30, do dia 7. Às 19h, foi realizada a Celebração da Palavra, seguida pela Colação de Grau.

Segundo o diretor da Fafram, Márcio Pereira, este é um momento que marca para sempre a vida dos formandos. “Mais uma vez a instituição de ensino insere no mercado profissionais altamente qualificados, preparados muito bem por um excelente corpo docente, que proporcionou aulas teóricas e práticas. Para os alunos, é o fim de uma etapa e o começo de outra, e para a Fafram é um grande orgulho participar desta trajetória”, afirma.

“Parabenizo os formandos e desejo a eles muita sorte. Que trabalhem sempre com muita dedicação e amor e que colham os frutos”, completa Márcio Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

4º Dia de Campo da FAFRAM é considerado grande sucesso

banner-4-dia-de-campoForam discutidos assuntos de sistema de transplantio de cana-de-açúcar MPB , tecnologias para plantio em sulco, entre outros

Na última semana, no dia 18 de março, foi realizado o 4º Dia de Campo promovido pela empresa júnior dos alunos da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, a Agromais Consultoria e Assessoria Júnior, composta por alunos do curso de Agronomia e Medicina Veterinária.

O Dia de Campo foi um sucesso, atingiu o objetivo de levar informações ao produtor rural, alunos e técnicos, promovendo troca de informações pelas partes.

De acordo com o diretor da Fafram, Márcio Pereira, cerca de 300 pessoas participaram do Dia de Campo. “Foram montadas estações relacionadas às culturas da soja, do milho e da cana-de-açúcar. Além disso, foi mostrada a tecnologia de ponta desenvolvida nestas culturas, não só no cultivo, mas no plantio também, na produção de sementes, etc”, afirma.

“O encontro é realizado pelos alunos da empresa júnior, então é importante, pois eles aprendem a organizar o dia de campo e gerenciar, além de mais, o contato com as empresas facilitará futuramente a colocação destes alunos no mercado de trabalho”, ressalta.

Empresas Patrocinadoras e Expositoras
As empresas patrocinadoras e expositoras foram a Bayer, Ubyfol, Dow, Fertipar, Arysta, Coram, Agroceres e Pioneer. Foi com muita satisfação que a Agromais e a Fafram puderam realizar o evento, buscando sempre a aproximação com o produtor rural.

A empresa júnior Agromais é uma empresa que busca preparar os alunos para o mercado de trabalho conseguindo obter grandes resultados. Além do dia de campo os alunos promovem constantes palestras dos mais variados temas, além da prestação de serviços na área agronômica e veterinária.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

FAFRAM promove palestra sobre novo código de processo civil

banner-palestra-codigo-civil

A Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, promoveu na última semana, no dia 18 de março, palestra com o advogado e professor universitário Ricardo Amin Abrahão Nacle. Em evento realizado no Salão Nobre da FE, em dois horários, às 8h30 e às 19h, ele abordou o tema “O Novo Código de Processo Civil - Fundamentos da Formulação e Questões Controvertidas”.

O Brasil passou a ter o novo Código de Processo Civil no dia 18 de março, mesma data que a palestra foi proferida. É claro que os cem milhões de processos entopem os tribunais do Brasil não vão sumir como mágica, mas a idéia é essa: limpar as prateleiras. Dizem que conversando que a gente se entende e é exatamente isso que o novo código quer incentivar: antes do processo começar na Justiça, as duas partes serão chamadas para uma audiência de conciliação.
Além de aumentar o número de audiências de conciliação, as principais mudanças são: agora, uma dívida judicial funciona como se fosse uma conta atrasada - se não pagar, fica com o nome sujo. E mais: a cobrança das dívidas pode ser descontada diretamente do salário para quem ganha acima de 50 salários mínimos ou do faturamento das empresas devedoras.

“Essa palestra buscou justamente esclarecer dúvidas relativas ao Novo Código de Processo Civil, comuns em estudantes e em advogados, por se tratar de algo bastante recente. Foi um encontro bastante produtivo, e fico muito feliz por ter participado dele”, afirma o palestrante Ricardo Amin Abrahão Nacle.

O diretor da Fafram, Márcio Pereira, fala sobre a importância da palestra. “É algo muito importante para a vida acadêmica destes futuros profissionais, que já sairão da faculdade bem atualizados e informados”, completa.

Palestrante

Ricardo Amin Abrahão Nacle se formou em Direito em 1999. Ele é pós-graduado em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e foi professor assistente em processo civil nos anos de 2000/2002 na Universidade São Francisco.

Foi Presidente, nos anos de 2001 a 2003, do Conselho de Apoio do Instituto de Aperfeiçoamento em Direito do Estado (IADE), e professor, nos anos de 2005 a 2009, de Direito Processual Civil e de Arbitragem na Universidade Ibirapuera. Foi vice-coordenador, em 2008 e 2009, do Curso de Direito da Universidade Ibirapuera, e é coautor do livro “Temas Controvertidos de Processo Civil”, lançado pela Editora Forense, em 2001. Além disso, possui diversos artigos publicados em jornais e revistas especializadas.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Programas de Bolsas de Estudo (Estágio Remunerado)

Santander concede bolsas de estágio para Pequenas e Médias Empresas

Universitários receberão bolsa auxílio mensal de R$ 882 para estagiar em pequenas e médias empresas clientes do Banco

As bolsas terão duração de quatro meses com 4 horas diárias

Em 2016, serão entregues mil bolsas de estágio em todo o Brasil

São Paulo, 25 de abril de 2016 – O Santander Brasil concederá mil bolsas de estágio em 2016, para que alunos de graduação das universidades participantes atuem em pequenas e médias empresas clientes do Banco. Dentre as mil vagas oferecidas, 100 serão exclusivamente voltadas para o segmento de Agronegócios.

A bolsa terá duração de quatro meses com quatro horas diárias e auxílio mensal de R$ 882,00. O Programa de Estágios é uma iniciativa do Santander Universidades e do Santander Negócios & Empresas e tem o objetivo é oferecer o total de 3 mil bolsas até 2018.

Neste ano, o Programa foi dividido em duas etapas. Na primeira fase, já concluída, os 105 alunos selecionados iniciarão seus estágios em junho de 2016. Nesta segunda etapa, as inscrições seguem até 15 de maio e a previsão para início do estágio é em agosto. Poderão participar alunos matriculados nos cursos de Administração, Economia, Contábeis, Marketing, Engenharias, Agronomia, Nutrição, Zootecnia, Veterinária, dentre outros, das universidades participantes do Programa de Estágio.

As vagas estão sendo divulgadas tanto pelas universidades participantes como no Portal Santander Universidades: www.santanderuniversidades.com.br/bolsas. Para participar, o universitário deverá se inscrever por meio do formulário disponível no site e aguardar contato da empresa para o processo de recrutamento e seleção.

“O Programa amplia o relacionamento do Banco com as empresas, firmando-se não só como um parceiro financeiro na satisfação das mais diversas necessidades bancárias, mas também como um parceiro de primeira linha no apoio ao seu crescimento”, conta Tatiane Gomes, da empresa Carmak Equipamentos, participante da 1ª edição do Programa.O Programa é uma iniciativa global do Santander Universidades já vigente desde 2011, na Espanha. Atualmente, contempla 8 países e já beneficiou mais de 27 mil universitários que estagiaram em pequenas e médias empresas clientes do Santander na Espanha, Reino Unido, Porto Rico, México, Portugal, Argentina.

Santander Universidades

O Santander foi reconhecido pelo ranking Global Fortune 500 como a empresa que mais investe em educação no mundo. Criado há 20 anos, o Santander Universidades é o braço educacional do Grupo. Além de ser pioneiro em desenvolver uma oferta adequada para cada fase de vida do estudante, investe fortemente na educação superior: desde 1996, foram mais de R$ 4 bilhões em todo o mundo, mais de 200 mil bolsas de estudos em 20 países, nos quais mantém parceria com cerca de 1,2 mil universidades. No Brasil, são mais de 455 instituições de ensino superior conveniadas.

OBS: O aluno deve anotar o código que se encontram na frente da vaga de interesse para fazer a inscrição no site do Santander.

VAGAS DISPONÍVEIS

LINK SANTANDER UNIVERSIDADES

Imprimir

Fafram faz festa de recepção para estudantes ingressantes

A Faculdade Dr. Francisco Maeda, instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, realizou no último sábado, 19 de março, o tradicional “Churrasco de Integração Solidária”, que é realizado anualmente com o intuito de dar as boas-vindas aos alunos ingressantes na instituição.

O evento é promovido pela diretoria da Fafram, em parceria com os Diretórios Acadêmicos dos cursos de Agronomia, Direito, Enfermagem, Medicina Veterinária e Sistemas de Informação.

A festa ocorreu no Centro de Vivência da Fafram, contou com música ao vivo e arrecadou cestas básicas, que serão destinadas à Apae, ao Abrigo de Idosos “Comendador Takayuki Maeda”, a Instituto de Valorização à Vida de Ituverava (IVVI) e à Sociedade Beneficente São João da Escócia. 
As doações de cestas básicas ocorreram da seguinte maneira: cada quatro alunos ingressantes doaram uma cesta básica; cada dois alunos veteranos doaram uma cesta, e cada professor doou outra.

Com isso, de acordo com o diretor da Fafram, Márcio Pereira, o número de cestas arrecadadas superou as expectativas. “Foram doadas, na última terça-feira, 22 de março, um total de 90 cestas básicas, distribuídas igualmente entre as entidades assistenciais da cidade, IVVI, Apae, Abrigo de Idosos, Secretaria do Bem-Estar Social e Sociedade Beneficente de São João da Escócia”, afirma.

“O intuito dessas doações é dar auxílio àas carências destas e para que possam dar continuidade aos seus programas sociais. A entrega foi feita através dos diretórios acadêmicos dos cursos da instituição”, completa.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Formandos de Ciências Contábeis e Administração recebem diplomas

banner colacao adm contabeisA Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, promoveu dia 22 de janeiro, a solenidade de formatura dos cursos de Ciências Contábeis e de Administração. A Colação de Grau foi no Centro de Eventos e Poliesportivo “Professor Alexandre Miguel - Bueno”.

Prestigiaram a solenidade, entre outras autoridades, o diretor-executivo da Fundação Educacional de Ituverava, Roberto Inácio Barbosa; o diretor da FFCL, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”); dirigentes da FE, professores, formandos, familiares e convidados.

Administração
O patrono dos formandos da turma de Administração da FFCL foi o professor Waldir de Castro Júnior; a paraninfa foi a professora Lidiane Kanesito e professores homenageados Eduardo Garbes Cicconi, Gláuber Mota Teixeira, Luiz Eduardo de Gaio, Matheus Tokairin e Waldir de Castro Júnior.

Ciências Contábeis
A primeira turma do curso de Ciências Contábeis teve como paraninfo o professor Rodrigo Ricardo; como patrono Gabryel Lopes Solla e os professores homenageados foram Rodrigo César Pereira, José Augusto de Oliveira e Lidiane Aparecida Kanesiro.

Segundo o diretor da FFCL, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”), os cursos de Ciências Contábeis e Administração são motivo de muito orgulho para a instituição de ensino. “São cursos que têm se destacado e, por isso, tenho certeza de que os formandos se sairão muito bem no mercado de trabalho. Parabenizo a todos por essa conquista, e desejo muita sorte nesta nova etapa de suas vidas”, ressalta Toca.

DSC01606

DSC01610

DSC01612

DSC01616

DSC01626

DSC01627

DSC01628

DSC01629

DSC01632