• banner-site-vestibular-2019-1a
  • banner-bradesco








Fique Sabendo

Imprimir

Revista Científica Nucleus comemora 10 anos de criação

Editores Vera Chaud e Antônio Luís de Oliveira se orgulham desta trajetória de conquistas

A Nucleus, revista científica editada pela Fundação Educacional de Ituverava, completa 10 anos. A primeira edição do periódico científico foi publicada em abril de 2003.

Editores da revista, o diretor da FFCL, Antônio Luís de Oliveira (“Toca”), e a bibliotecária Vera Mariza Chaud de Paula, falaram sobre a publicação. “A Nucleus surgiu da necessidade de transformar e se adaptar ao novo modelo de educação e formação profissional, aliados às perspectivas de crescimento institucional e concretização de idéias, sonhos e ideais. Isso, sem dúvida, foi nosso grande motivador”, disse a bibliotecária.

Segundo ela, em abril de 1974, foi publicada pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ituverava (FFCL) uma edição da “Revista Painel”, que não teve continuidade, “mas que deixou plantada uma semente com um desejo ávido de floração”.

“’Desafio? Ousadia? E por que não dizer atrevimento?, como diria o saudoso professor José Ignácio de Azevedo Filho, o certo é que embarcamos nessa aventura humana, cooperativa e colaborativa, de ampliar o saber , construir aptidões cognitivas e compartilhar conhecimentos”, disse “Toca”.

“Se o objeto do trabalho pedagógico é o conhecimento como construção, a função e o objetivo de um periódico científico é recriar o universo por meio de um processo progressivo de informações, que são o resultado dos dados tratados metodologicamente, comparados, classificados, discutidos e relacionáveis com outros dados, que servem para a tomada de decisões e também para ser referência a outros objetos estudados por meio da pesquisa”, complementou Vera.

Receita do sucesso
Novas propostas, novos desafios e muitas conquistas. “Quando assumimos esse compromisso estávamos cientes de que seria exigido muito esforço, persistência, flexibilidade, criatividade e ética para manter-se forte no caminho e não desistir, mas os benefícios são sempre maiores que as dificuldades e os resultados atingidos demonstram uma trajetória de sucesso que impactam também nas pessoas que nos cercam”, comemora Vera Marize.

A bibliotecária agradece à Diretoria Administrativa da FE, à Equipe de Apoio de Editoração, pela viabilidade, principalmente à Maria de Fátima Ferreira, que dedica grande parte do seu tempo à revista; e ao Comitê Científico e Conselho Editorial.

“São elementos fundamentais para a qualidade da publicação. É claro que não poderiam faltar jamais nossos agradecimentos aos autores, nobres colaboradores e fontes de conhecimento e aos leitores que são nossa maior motivação”, concluiu Vera.

Presidente da FE enfatiza importância do periódico
O presidente da Fundação Educacional de Ituverava, Paulo César da Luz Leão elogiou o trabalho na elaboração da Nucleus. “Consolidada, a revista, como assumido em compromisso na primeira edição, firmou-se como o despertar de uma nova fase e hoje, na décima edição orgulha-se por sua trajetória de ascensão”, elogia.

“A revista tem ganhado alcance e a confiança de instituições como o Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e Apta – Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, vinculadas ao governo do Estado de São Paulo, que publicaram nela, já pela segunda vez, o conteúdo de grandes eventos, como o ‘Encontro Técnico sobre as Culturas de Soja e do Milho do Noroeste Paulista’, ocorrido em Araçatuba”, ressaltou o presidente.

Elogios
O ituveravense Cássio dos Santos Tomaim, jornalista e historiador, hoje residente em Santa Maria-RS, também parabenizou a direção da revista científica. “A Nucleus tem a preponderante tarefa de ilustrar em suas páginas este culto ao ‘novo’ e, por ventura, acrescentar que nesta terra não se planta apenas café, algodão e cana-de-açúcar, mas que em seu solo também é possível colher conhecimentos”, afirmou.

“Em dez anos de trajetória, a missão sempre foi inovar, acompanhar as tendências disponibilizadas pelas novas tecnologias que vieram para democratizar e universalizar o acesso às informações, que no ano de 2007 que foi criada a versão on-line da revista. Uma alternativa para alcançar outros horizontes e seguir as tendências da globalização” diz o webmaster Fernando Stuck, que ao lado de Pâmella Scapim, comanda o projeto pela internet.

Imprimir

Alunos da Administração da FFCL vão gerenciar "Incubadora de Empresas"

 

Empresa Júnior mantida pela instituição de ensino dará apoio a pessoas que queiram ter seu negócio

Empreendedorismo é a palavra do momento. Este novo conceito já está totalmente inserido no cotidiano do brasileiro, sendo abordado desde as mesas de reunião de grandes empresas até as salas de aula de escolas e faculdades.

Com o objetivo de fomentar o conceito, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, que oferece o curso de Administração – lançará o projeto Incubadora de Empresas.

O “Empresa Junior” apóia pessoas que desejam abrir uma empresa, desde a escolha do produto a ser fabricado ou vendido, tipo de serviço a ser prestado, até a abertura e gerenciamento.

“As incubadoras oferecem capacitação e orientação às empresas por meio de cursos, consultorias, workshops, palestras, entre outros. Algumas dessas atividades são mais abrangentes, pois abordam assuntos comuns em todas as empresas, enquanto que outras – como consultorias, por exemplo – são mais específicas de cada negócio. Os temas também variam e, muitas vezes, incluem aspectos relacionados à produção e empreendimento”, explicou o coordenador do curso de Administração da FFCL, Eduardo Ciccone.

Projetos serão divididos em duas modalidades para atender demanda
A incubadora mantida pela instituição de ensino atuará em duas modalidades: “Hotel de Projetos” e “Associação”. “A primeira apoiará pessoas que tenham idéia e vontade de abrir um empreendimento. Elas receberão consultorias para a estruturação, elaboração do modelo e do plano de negócios e estudo de viabilidade para a abertura da empresa”, disse Ciccone.

“A Associação é para empresas já constituídas, com sede própria, e que necessitam de apoio em gestão, estudos de mercado, elaboração de modelo e plano de negócios”, complementou o coordenador do curso de Administração.

As consultorias serão realizadas pela Empresa Junior, que é formada pelos alunos do curso de Administração, da FFCL. A faculdade deve abrir um processo de seleção de projetos que receberão incentivos da Incubadora.

“O Edital deve ser publicado até o final deste mês. Aqueles que quiserem participar terão até um mês de prazo para entregar propostas de negócio. No mês de agosto serão selecionados os projetos e iniciadas atividades”, concluiu Ciccone.

Imprimir

"Projeto Cão Amigo" do Hospital Veterinário faz simpatizantes de peso

 

O “Projeto Cão Amigo” – campanha de coleta de sangue animal, que está sendo desenvolvida pelo Hospital Veterinário da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) – começa a ter o apoio da sociedade.

Na sexta-feira, 21 de junho, o cantor João Pedro, da dupla João Pedro & Cristiano, esteve no Hospital, juntamente com seu primo Rennan, proprietário da cadela Shiva.

“Ele soube da campanha, que é montar um Banco de Sangue Animal disponível para transfusões. Ele encampou a idéia e afirmou que será um dos propagadores do projeto”, relatou o diretor do Hospital, José Dirceu Tardelli Falleiros.

Para ser doador
Para ser um doador canino, o animal deve ter idade entre 1 a 8 anos; peso acima de 25 Kg; temperamento dócil; estar devidamente vacinado; nunca ter recebido transfusão de sangue.

Além disso, o cão não deve estar sob tratamento médico, não deve ser considerado obeso e, no caso de fêmeas, não deve estar no cio ou prenhe. Preferencialmente, o animal não dever ter tido contato com carrapatos.

“Os proprietários podem procurar o Hospital para fazer a doação. Como incentivo, o animal ganha uma consulta gratuita e um hemograma e exame de sorologia para erliquiose (carrapato). Seu cão também pode salvar a vida de outros animais”, completo

 

Imprimir

Está disponível Edição Especial 2013 da Revista Nucleus

A nova edição da Revista Nucleus –1.º ENCONTRO TÉCNICO SOBRE AS CULTURAS DA SOJA E DO MILHO NO NOROESTE PAULISTA já está disponível para leitura. Na Edição Especial 2013 o leitor encontrará 11 artigos que retrata o cenário agrícola da região Noroeste do Estado de São Paulo.

Nesse sentido, essa edição especial da Revista Nucleus, é um complemento do “1º Encontro Técnico Sobre as Culturas da Soja e do Milho no Noroeste Paulista”, que faz parte de um conjunto de eventos tecnológicos, que a Agência Paulista de  Tecnologia dos Agronegócios (APTA Regional) realiza anualmente, em parceira com o Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), com objetivo de levar inovações tecnológicas e fomentar sua adoção pelos produtores.

No evento foram abordados: o cenário e as tendências para as culturas da soja e do milho; os resultados de pesquisas com a cultura da soja nos sistemas tradicionais de cultivo e no sistema de semeadura direta sobre a palhada de cana-de-açúcar; os resultados da avaliação de cultivares de milho na região Noroeste do Estado, que faz  parte da tradicional rede de avaliação de cultivares de milho IAC/APTA/CATI e Empresas ligadas ao setor de sementes; as principais doenças da cultura da soja e seu manejo integrado; o manejo de lagartas na cultura do milho e da soja, sendo esse o principal problema enfrentado na última safra, principalmente com relação a Helicoverpa spp., e também devido a perda de eficiência de algumas tecnologias Bt.

Os trabalhos reunidos nessa edição especial da Revista Nucleus representam os esforços de pesquisadores, extensionistas e produtores rurais numa tentativa de lograr por uma agricultura com maior sustentabilidade.