Imprimir

Peiex promove oficina de competitividade em vendas

banner peiex oficina vendasFoi realizada, dia 31 de maio, a Oficina de Competitividade sobre Marketing e Vendas para Exportação do PEIEX (Projeto Extensão Industrial Exportadora), que é desenvolvido no município por meio de convênio firmado entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Fundação Educacional de Ituverava.

O evento foi no Salão Nobre da FE, e contou com a participação de mais de 30 empresas de diversos segmentos, como calçados, cachaça artesanal, cosméticos, TI, metalúrgica, confecções, alimentos, bebidas, entre outras e dos técnicos extensionistas do projeto.

O objetivo do convênio é permitir que a instituição de ensino atenda regionalmente empresas que exportam e também as que estão interessadas em começar a comercializar seus produtos fora do país, oferecendo capacitação para desenvolverem esse trabalho da maneira mais eficiente possível. 
O PEIEX atende 80 empresas de 20 cidades dos Estados de São Paulo e Minas Gerais. Entre os municípios abrangidos estão Ituverava, São Joaquim, Guará, Franca, Cristais, Pedregulho, Guaíra, Patrocínio Paulista.

Dez profissionais – entre professores, profissionais de mercado e estagiários – orientam as empresas em seis áreas: Capital Humano, Administração Estratégica, Vendas e Marketing, Finanças e Custos, Comércio Exterior e Manufatura.

A finalidade é proporcionar melhoria na competitividade e preparar as empresas para atividades de exportação.

Pilares

O convênio tem duração de dois anos, mas pode ser prorrogado caso todas as metas – como número de empresas participantes – sejam alcançadas. “O ensino superior tem três pilares: pesquisa, ensino e extensão. E este é um projeto de extensão, que visa aproximar o meio empresarial da instituição de ensino”, explica o diretor da FFCL, Antônio Luís de Oliveira (“Toca”). 
“O encontro foi realizado com sucesso e as empresas participantes receberam importantes orientações, que sem dúvida contribuirão para que melhorem e ampliem o serviço de exportação”, completa Toca.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Atleta da Academia Lucas Silva é vicecampeão em Copa Mercosul de Jiu-Jitsu

banner-fernando-cesar-mercosul

Após conquistar o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE) e garantir vaga no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo que acontecerá no mês de julho, o ituveravense Fernando César Pereira de Freitas, da Academia de Artes Marciais Lucas Silva, ampliou seu quadro de medalhas no último domingo, 11.

O atleta participou da Copa Mercosul de Jiu-Jitsu e por pouco não levou o ouro na Categoria “Super Pesado”. Único ituveravense na competição, Fernando foi vice-campeão e trouxe a medalha de prata, após disputar três lutas.

A competição organizada pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo foi no Ginásio Mauro Pinheiro, no Ibirapuera, em São Paulo, e reuniu um grande número de atletas brasileiros e internacionais.

Lutando há 6 anos, junto com seu companheiro de tatame e treinador, Lucas Rafael Oliveira da Silva, o ituveravense comemorou a vitória e a oportunidade de competir em um nível mais alto. “Foi muito bom ter conseguido chegar até aqui, mesmo não conquistando o primeiro lugar”, ressaltou.

Atletas de alto nível

“Além de uma experiência única, essa competição me proporcionou a oportunidade de participar de um evento com atletas de alto nível, de várias partes do Brasil e até mesmo de outros países. Também pude colocar em prática todos os ensinamentos e técnicas adquiridas durante todo o ciclo de treinamentos e ainda mostrar o potencial de Ituverava nessa modalidade esportiva”, afirma o lutador.

“Agradeço a Fundacional Educacional de Ituverava, na pessoa do diretor da Fafram, Márcio Pereira, à Academia Atenas Musculação, à SLD Nutrição Esportiva, ao Açaí Raiz, à Secretaria de Esportes de Ituverava, e ao vereador Marcos Advincula Joazeiro (“Markim do Sindicato”) pelo apoio e incentivo que eu e minha equipe temos recebido”, agradece Fernando César.

Elogio

O treinador Lucas Rafael Oliveira da Silva elogia a performance do atleta e ressalta que a conquista é fruto de muito trabalho, dedicação, foco e disciplina. “Ter um atleta disputando uma competição de tão alto nível e se classificando entre os primeiros, significa que o trabalho que estamos realizando em nossa academia está sendo eficiente”, destaca.

“Mesmo com todas as dificuldades para treinar em um nível mais elevado, pois todos da academia trabalham ou são estudantes, e chegar em numa competição com atletas que treinam praticamente 24 horas por dia, e ainda assim, conquistar uma boa classificação, nos deixa mais motivados e mostra que não há obstáculos quando se tem um objetivo. Meus sinceros agradecimentos a todos que o Fernando já citou, e também a à secretária da Educação, Rosa Maria Alves pelo apoio”, agradece Lucas Silva.

O Atleta

O estudante Fernando César Pereira de Freitas, 24 anos, é pai da pequena Sophia Pereira Diniz e filho de Iolanda Maria Pereira da Silva. Ele é neto de Valdomira Pereira da Silva e sobrinho de Amarildo Pereira da Silva.

Próximo Compromisso

Mas se engana quem acha que o lutador vai ter moleza nas próximas semanas. Após as últimas conquistas, ele já tem dois desafios marcados. No dia 25 de junho, o atleta e outros alunos da Academia de Artes Marciais Lucas Silva, participarão da Copa Kamikase de Sports de Jiu-Jitsu, que acontecerá em Ribeirão Preto.

No mês de julho, o lutador se unirá mais uma vez a centenas de atletas, para disputar um dos eventos mais esperados pelos competidores, o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Fafram mantem nota de excelência no MEC

Pelo nono ano consecutivo faculdade conquista nota 4 no Índice Geral de Cursos feito pelo Ministério da Educação

banner-marcio-pereira-2017O MEC (Ministério da Educação) divulgou o IGC (Índice Geral de Cursos) referente ao ano de 2015, em que a Fafram (Faculdade Doutor Francisco Maeda) mantida pela Fundação Educacional de Ituverava mais uma vez ficou no seleto grupo de excelência.

Pelo 9º ano consecutivo, a instituição de ensino superior foi classificada com nota 4, permanecendo portanto, no grupo que estão as melhores faculdades do Brasil. O IGC é um índice do MEC que mede a qualidade das instituições de ensino e atribui uma nota para cada uma delas. Essa pontuação vai de 1 a 5.

Para se ter uma ideia, possuem notas 5, o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas, e UFV (Universidade Federal de Viçosa). 
Já com nota 4, além da Fafram, estão a UNESP (Universidade Estadual Júlio Mesquita Filho), UFU (Universidade Federal de Uberlândia) e UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro) entre outras renomadas instituições de ensino superior.

Para a composição do IGC, são avaliados indicadores como: titulação do corpo docente e hoje a Fafram tem 90% de Mestres e Doutores; Infraestrutura, sendo a Fafram uma das melhores do país e conceito no Enade (Exame Nacional de Desenvolvimento do Ensino), prestado pelos alunos que devido à qualidade dos cursos ministrados na Fafram foram sempre muito bem avaliados.

De acordo com o diretor da Fafram, professor Doutor Márcio Pereira, a manutenção da nota e permanência no grupo de excelência das instituições de ensino se deve ao empenho de toda equipe, investimentos promovidos no campus pela mantenedora Fundação Educacional e a seriedade com a condução dos processos de gestão.

“Esta nota representa o reconhecimento da qualidade de ensino ministrado pela Fafram, agradeço a todos os envolvidos, diretores da Fundação, colaboradores, professores, alunos e pais que confiam no nosso trabalho”, definiu Pereira.

A Fafram oferece os cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Direito e Sistemas de Informação.

DSCN5207

O diretor da Faculdade Doutor Francisco Maeda, Professor Doutor Márcio Pereira
Imprimir

Fafram pode ter biodigestor de energia sustentável

banner-biodigstor

Diretor Executivo da FE, Barbosa e Presidente Galassi entregam projeto ao secretário Jardim

Protocolo de intensão foi apresentado ao secretário estadual de Agricultura Arnaldo Jardim

Na segunda-feira, dia 12 de junho, foi entregue ao secretário estadual de Agricultura, deputado estadual licenciado Arnaldo Jardim, e assinado em conjunto com a Fundação Educacional de Ituverava um protocolo de intensão para convênio entre a Fafram (Faculdade Doutor Francisco Maeda) e Governo do Estado de São Paulo.

O secretário recebeu em Ribeirão Preto o presidente da entidade Pedro César Galassi, o diretor executivo Roberto Inácio Barbosa e o diretor da Fafram, professor Doutor Márcio Pereira.

O encontro foi agendado pelo vereador Rafael Fernando Mendonça de Freitas Mattos “Gabirú” e o presidente do PPS, ex-vereador Luiz Araújo. Também participou do encontro o pai do secretário, senhor Aloysio Jardim.

Conforme explicou o diretor da Fafram, o protocolo representa o compromisso para posteriormente efetivar convênio entre a Fafram/Fundação com a Secretaria de Agricultura com objetivo específico de desenvolver ações sustentáveis no campus da faculdade em Ituverava.

De acordo com Pereira, a parceria com o governo, caso se concretize, será especialmente direcionada à destinação adequada de resíduos de origem vegetal e animal, inicialmente com biodigestor para coleta dos dejetos de suínos e bovinos que gerará energia elétrica sustentável para a manutenção das instalações da Fafram.

“A Fafram funcionará como projeto piloto que será disponibilizado para a Secretaria de Agricultura desenvolver projetos de capacitação dos municípios que compõem o Comam [Consórcio dos Municípios da Alta Mogiana], favorecendo agricultores de 23 municípios da região”, explica Pereira.

“Os resíduos orgânicos que sobrarem também serão usados para fazer compostagem para a fabricação de substrato juntamente com resíduos vegetais que serão obtidos através de trituração de mudas de galhos e posteriormente embalado e disponibilizado para comunidade como fertilizante”, completa o diretor.

O projeto foi elaborado por uma equipe de professores e pesquisadores da Fafram. A secretaria estadual de Agricultura, hoje chefiada pelo deputado ituveravense Arnaldo Jardim, já desenvolve trabalhos relacionados à parte de sustentabilidade para pequenas propriedades agrícolas do estado de São Paulo.

A Fafram se responsabilizaria da parte técnicas com professores e alunos como estagiários e a infraestrutura no seu espaço físico e a secretaria com aporte para instalação do biodigestor e compra de equipamento para a trituração dos galhos que seriam descartados dentro do campus.

O presidente da FE agradeceu o apoio do secretário da Agricultura ao projeto. “A nossa entidade hoje é de grande relevância para Ituverava e região e um projeto desta magnitude beneficiária todos os municípios do Comam, sendo o secretário Arnaldo ituveravense que conhece a seriedade da Fundação e a qualidade da Fafram, acredito que em breve este projeto se tornará realidade através da parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento”, destacou Galassi.

Fonte: Jornal O Progresso

Imprimir

Atleta conquista feito inédito para o Jiu-Jitsu Ituveravense

banner-fernando-cesar-brasileiroA Academia de Artes Marciais Lucas Silva está comemorando os últimos resultados da equipe. No último final de semana, o ituveravense, Fernando César Pereira de Freitas, venceu em sua categoria, o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE) e de quebra garantiu sua participação na Copa Mercosul de Jitsu.

A competição organizada pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo foi realizada no Ginásio Mauro Pinheiro, no Ibirapuera, em São Paulo, reunindo atletas brasileiros e internacionais.

O ituveravense, que disputou na Categoria Super Pesado, e é treinado pelo professor Lucas Rafael Oliveira da Silva, sob a orientação do mestre russo Iaroslav Neoral, diz estar muito feliz com o título. “Essa conquista representa um avanço muito grande, não apenas para mim, mais para todos os atletas da Academia Lucas Silva. Mostrei o nível do nosso treinamento, conquistando esse título inédito para academia e também para Ituverava”, afirma Silva.

Incentivo

“Sei que essa vitória também serve como incentivo para que consigamos outros patrocinadores e apoio para disputarmos mais competições desse nível. Pois desta maneira, mostramos aos empresários e à atual administração, o potencial de nossos atletas em outras modalidades, e não apenas no futebol”, observa.

“Meu reconhecimento ao Mestre Iaroslav Neoral que está sempre me incentivando, ao meu treinador Lucas Silva, que diariamente corrige e aperfeiçoa o meu jiu-jitsu e aos meus companheiros da academia, que são como uma família. Sem eles nenhuma evolução seria possível”, agradece o lutador.

“Também não posso deixar de citar meus patrocinadores SLD Nutrição Esportiva e Academia Atenas Musculação, que vem auxiliando na minha preparação física e suplementação”, afirma Fernando César Pereira da Silva.

O treinador Lucas Silva afirma estar muito orgulhoso com a evolução do atleta, e também por Ituverava ter participado de uma competição nacional. “A conquista de Fernando mostra que Ituverava está sendo muito bem representada. O fato de nossa academia ter superado os campeonatos regionais, chegando a competições de alto nível nacional, é gratificante, pois nos mostra que o empenho e dedicação tem nos garantido resultados muito positivos”, destaca o treinador.

“Espero que o Fernando consiga o mesmo desempenho ou até mesmo superior ao da última competição, e que nos represente com a mesma garra e determinação, para trazer mais uma medalha para casa e conquistar uma vaga no Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo, que acontecerá em julho”, completa Lucas Silva.

Outras Conquistas
Também no domingo, dia 28, outros três atletas da Academia de Artes Marciais Lucas Silva participaram do Open Arena de Jiu Jitsu de Monte Alto, no Complexo Poliesportivo Baby Barioni e voltaram para casa trazendo mais medalhas. A competição reuniu cerca de 400 atletas de várias cidades do estado.

O ituveravense Jean Carlos dos Santos Rodrigues - Faixa Branca, levou a melhor na Categoria Pesadíssimo, e conquistou a medalha de ouro. Os lutadores Caio Nogueira - Faixa Roxa e Carlos Alberto Machado -, Faixa Branca, faturaram a medalha de bronze, nas Categorias Pesado e Meio Pesado, respectivamente.

Os três atletas, junto ao restante dos alunos da academia, já têm um novo compromisso marcado. Eles participarão da Copa Kamikase de Sports de Jiu-Jitsu, que acontecerá em Ribeirão Preto, dia 25 de junho.

Agradecimento

“Temos tido um bom aproveitamento em todos os torneios que participamos e isso é evidenciado pela quantidade de pódios alcançados. Parabenizo os atletas pela excelente performance no tatame. Agradeço as empresas Machado & Filhos Implementos e Peças Agrícolas, Academia Atenas Musculação, SLD Nutrição Esportiva, Cervejaria Brasil e à secretária da Educação, Rosa Maria Alves, pela confiança depositada em nosso trabalho e por patrocinar nossos atletas”, agradece Lucas Rafael Oliveira da Silva.

Próximo Compromisso

Após a conquista inédita, o lutador se prepara para o próximo compromisso da Confederação, a Copa Mercosul de Jiu-Jitsu, que acontece no próximo final de semana, dia 11 de junho, também em São Paulo.

O vencedor da competição, conquista uma vaga para o Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo - um dos eventos mais almejados pelos atletas da modalidade.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Fundação terá 3º campus em São Joaquim da Barra


Entidade se expande para uma cidade que certamente seria explorada por outras concorrentes

banner-fajob-2017A Fundação Educacional de Ituverava firmou convênio na manhã de quinta-feira, dia 23 de março, com a Prefeitura de São Joaquim da Barra, que resultará no terceiro campus da instituição.

Será mais uma Faculdade mantida pela entidade, representando a expansão da FE para uma cidade que certamente seria explorada por outras concorrentes e demonstra a visão empreendedora de seus gestores.

Antes, porém, o conselho de curadores da FE, bem como a Câmara Municipal de São Joaquim aprovaram por unanimidade nos dois colegiados a criação da Fajob (Faculdade de São Joaquim da Barra).

O projeto liderado pelo prefeito de SJB, Marcelo Mian e pelo presidente da FE, Pedro César Galassi inicialmente oferecerá no começo do ano de 2018, o vestibular para os cursos de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Direito e Pedagogia, que serão ministrados no novo campus com a mesma qualidade dos oferecidos em Ituverava.

Através da parceria, a Prefeitura de São Joaquim cederá o espaço físico, um imóvel onde funcionou o Colégio Objetivo na cidade. A Fundação poderá explorar o local em comodato por 35 anos.

O prédio, no entanto, podendo ser permutado ao final do prazo, ou seja, a FE tem prioridade, se adquirir outra área e trocar pelo imóvel, que receberá as adequações necessárias.

“Um dia muito feliz, começando a concretizar um sonho que era de tornar a cidade num polo estudantil e não poderia ser melhor, vindo da Fundação Educacional de Ituverava que goza do maior prestígio e respeito por toda a região, para mim é muito importante”, definiu o prefeito Marcelo Mian.

“Estamos trazendo para São Joaquim da Barra cursos que nós sempre sonhamos, Engenharias Civil e Mecânica, Direito e Pedagogia isso é o começo de vários que virão pois São Joaquim da Barra é referência na microrregião, merece isso, foi feito esforço muito grande de tratativas para poder trazer para São Joaquim da Barra”, explicou o prefeito

“Tem ainda o trabalho social da Fundação, em cada 10 alunos, um terá bolsa 100 por cento, isso quer dizer que em cada 50 alunos de Direito, 5 terão bolsa 100 por cento, das Engenharias e Pedagogia também”, esclareceu o prefeito.

“O restante vai contar com apoio da Prefeitura como sempre contou, uma mensalidade de R$ 900, a Prefeitura vai entrar com ajuda de 40%, a Fundação 20% e nós vamos fazer um trabalho, um projeto junto aos empresários para mais 10%, então são 70% de bolsas”, exemplificou o prefeito.

“Neste período conturbado que nós estamos passando, estamos trazendo para São Joaquim da Barra estes cursos para beneficiar nosso povo, estou muito contente da parceria com pessoas sérias, comprometidas e honestas e estar bem acompanhado sempre foi meu lema”, definiu o prefeito.

“Esta oportunidade surgiu através do prefeito e da Câmara, que aprovou de forma unanime, quero transmitir a vocês que do mesmo modo que passou pelo Legislativo joaquinense, foi aprovado pelo Conselho de Curadores da Fundação Educacional, 15 homens que administram a instituição”, explicou o presidente da Fundação Educacional.

“Estamos vindo com este campus para ser uma faculdade independente, que também será mantida pela Fundação Educacional de Ituverava”, esclareceu Galassi, garantindo que a qualidade e corpo docente serão os mesmos que fazem das instituições da FE, Fafram (Faculdade Doutor Francisco Maeda) e FFCL (Faculdade de Filosofia Ciências e Letras) terem notas de excelência junto ao MEC (Ministério da Educação)

“A mesma alegria que o prefeito, a população e Câmara de São Joaquim da Barra estão sentindo, também estou, porque a Fundação, que iniciou suas atividades em 1971, se tornou uma empresa que cresceu e o primeiro passo para expandir e desenvolver mais, escolhemos São Joaquim da Barra”, afirmou o presidente.

“Tivemos outros convites para montarmos outros campi, mas escolhemos São Joaquim por ser uma cidade muito séria através de uma Câmara e uma administração pública”, completou o presidente.

Além do prefeito Mian fizeram parte do dia histórico para São Joaquim e para a Fundação, vereadores, secretários e assessores da administração municipal.

Na comitiva da Fundação, além do presidente, o superintendente Luís Olavo Alves “Luque”, o gestor de marketing Gustavo Baldan e o diretor da FFCL, professor Doutor Antônio Luís de Oliveira “Toca”.

Os ituveravenses ainda foram acompanhados pelos jornalistas Gerson Fontebassi da Silva, do Jornal O Progresso, José Luiz Alves Cassiano, do jornal Tribuna de Ituverava e o radialista Paulo Antônio Rodrigues de Souza, do Sistema Top de Rádio, que se somaram também a toda imprensa joaquinense em entrevista coletiva concedida na Prefeitura de São Joaquim.

 

DSCN0858

Vereadores de São Joaquim, superintendente Alves e gestor de marketing da FE Baldan, presidente Galassi e o prefeito Mian na assinatura do convênio: expansão