• banner-site-vestibular-2019-1a
  • banner-bradesco








Fique Sabendo

Imprimir

Aluno da FAFRAM recebe premiação no X Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica – CIIC 2016, coordenado pela Embrapa Monitoramento por Satélite.

Estudante participou por meio do PIBIC-IAC.

aluno-faffram-cic-2016Matriculado no 3º ano do curso de Eng. Agronômica da Faculdade Dr. Francisco Maeda (FAFRAM), o aluno Matheus Eduardo de Siqueira foi premiado com melhor apresentação oral, entre 158 bolsistas das 7 instituições participantes no X Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica – CIIC 2016. A premiação, que aconteceu em agosto, é anual e exclusiva para bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC) e Inovação Tecnológica (PIBITI) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) vinculados às instituições participantes.

O CIIC 2016 é uma realização conjunta da Apta Regional, da Embrapa Informática Agropecuária, da Embrapa Meio Ambiente, da Embrapa Monitoramento por Satélite, do Instituto Agronômico (IAC), do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) e do Instituto de Zootecnia (IZ).

Matheus realizou o trabalho pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC), finalizado em julho de 2016, no Centro de Cana do IAC em Ribeirão Preto, tendo como orientador o pesquisador Dr. Carlos Alberto Mathias Azania, com ênfase na área de matologia. Seu trabalho tinha como tema “Características Fitotécnicas e Isoenzimáticas de Mudas pré-brotadas de cana-de-açúcar influenciadas por herbicidas em pós-emergência”, com objetivo de estudar a seletividade de herbicidas aplicados em pós-emergência sobre mudas pré-brotadas (MPB) de cana-de-açúcar sequencialmente após o plantio. E atualmente foi concedido novamente por obtenção de mais uma bolsa de iniciação cientifica no processo seletivo do PIBIC 2016/2017, com o projeto intitulado “Desenvolvimento de Mucuna aterrima, Ricinus Commnis e Merremia Aegyptia por profundidade de semeaduras e peloas herbicidas Amicarbazone e Sulfentrazone”.

Imprimir

Professores da Fafram lançam livro

Os professores da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, Dra. Maria Amália Brunini e Dr. Paulo de Tarso, lançaram no último sábado, 19 de setembro, o livro “Agronegócio Perspectiva Multidisciplinar”, publicado pela editora Fundepe.

O evento foi durante o Dia da Responsabilidade Social, realizado na Fafram, e a obra mostra uma compreensão interdisciplinar da área de Ciências Agrárias com integração de demais áreas como Direito, Economia e Administração.
Segundo o professor Dr. Paulo de Tarso, um dos idealizadores do projeto, esta edição conta com a colaboração de 34 autores. “Já contribuí com o lançamento de outros livros, mas esta foi a primeira vez que auxiliei na área de agronegócios”, afirma o advogado e professor livre docente aposentado da Unesp, que também é coordenador do curso de Direito da Fafram.

Assim como Dr. Paulo de Tarso, a Dra. Maria Amália Brunini, professora livre docente aposentada da Unesp, coordenadora do Programa de Pós-Graduação da Fafram e coordenadora geral da FE, ressalta a importância da obra. “Ela busca propagar as informações das produções científicas no meio acadêmico, por isso deu-se a idéia de lançar o livro”, diz.

“Vale lembrar que todos os exemplares serão doados às Bibliotecas da FE e também às bibliotecas das faculdades relacionadas à área”, completa Maria Amália.

Dia da Responsabilidade Social
Ao longo do Dia da Responsabilidade Social no Ensino Superior, promovido pela Fafram no último sábado, estiveram à disposição da população uma série de serviços gratuitos, como teste de glicemia, aferição da pressão arterial, orientações jurídicas, acesso gratuito à internet, exposições sobre diversos temas, mostra dos cursos oferecidos pela Fafram, atividades de recreação para crianças e atendimento veterinário.

Também foi realizada durante o evento a triagem de casais interessados em participar do Casamento Comunitário, que será realizado em Ituverava no dia 7 de novembro.

Imprimir

I Encontro PIBID do Estado de São Paulo

O I Encontro PIBID do Estado de São Paulo aconteceu no dia 11/09/2015, na Faculdade de Educação da USP, em São Paulo, e teve como objetivo avaliar os impactos no PIBID na formação do professor e na comunidade, bem como a contribuição do programa para inovação das práticas pedagógicas.

No evento estiveram presentes várias instituições de ensino do Estado de São Paulo  que desenvolvem o PIBID. A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ituverava  participou do evento representada pela coordenadora institucional do PIBID/FFCL Profa.Dra Lucimary Andrade, pela professora e supervisora do subprojeto de Pedagogia Erica Cristina Fernandes de Freitas e pelas alunas Michele Cristina M. da Silva e Ana Carolina Luiz Damião, bolsistas do subprojeto de Pedagogia.

Imprimir

Vencedores de concurso do DNCL recebem premiação

Entrega foi feita em solenidade realizada no Salão Nobre da FE

A Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos de Ituverava, mantida pela Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), promoveu na última quinta-feira, 10 de setembro, a entrega dos prêmios aos vencedores do Concurso Cultural Dia Nacional do Campo Limpo. Em solenidade realizada no Salão Nobre da Fundação Educacional de Ituverava foram entregues os prêmios aos três primeiros colocados nas categorias “Redação” e “Desenho”, produzidos com temas relacionados ao meio ambiente.

Estiveram na solenidade, entre outras autoridades, o presidente da Fundação Educacional de Ituverava, César Luiz Mendonça; o diretor da Fafram, Márcio Pereira; o diretor da FFCL, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”); a coordenadora da Central, Regina Eli de Almeida Pereira; o superintendente da FE, Luís Olavo Alves (“Luque”); o vice-diretor-executivo da FE, Antônio Gonçalves Delgado; o conselheiro, Dorival Silva Pereira; representantes das empresas patrocinadores - Arysta e Dupont -; professores, estudantes e familiares.
Os alunos premiados receberam bicicletas (1° lugar em ambas as categorias), Tablets (2° lugar) e celulares (3° lugar). Os professores que orientaram os alunos ganharam brindes. 
Participaram do concurso 46 escolas de 14 municípios (Ituverava, Guará, Igarapava, Miguelópolis, Buritizal, Aramina, Ribeirão Corrente, Restinga, Itirapuã, Nuporanga, Ipuã, Morro Agudo, Orlândia e São Joaquim da Barra). Foram 6.323 crianças, sendo que 3.104 participaram do concurso de desenho e 3.219 do concurso de redação.

Prêmio
Na categoria “Desenho”, os vencedores foram Felipe Martins Soares de Lima, da Escola Municipal de Ensino Fundamental "Oswaldo Campos", de Aramina (1° lugar); Gustavo Gimenes dos Santos Figueira, da escola "Professora Coraci M. O. Campos", de Guará (2° lugar) e Taissa Eugênio de Paula Silva, da Escola Municipal de Ensino Fundamental "Dona Mariana Grellet Seixas", de Ituverava (3° lugar).

Na categoria “Redação”, os vencedores foram Dhuliana B. da Silva, da Escola Municipal de Ensino Fundamental "Osvaldo Campos", de Aramina (1° lugar); Lauany Cristina S. Rodrigues, da Escola Municipal de Ensino Fundamental "Trajano Francisco Borges" (2° lugar) e Ysadora F. do Carmo, da Escola Municipal de Ensino Fundamental "Moacir França" (3° lugar).

Concurso foi Elogiado
“O julgamento dos desenhos e redações ocorreu dia 25 de agosto, na Fafram, por uma comissão julgadora, que seguiu rigorosamente os critérios de regulamento estabelecidos pelo concurso”, afirma a coordenadora da Central, Regina Eli de Almeida Pereira.

Os alunos premiados em 1° lugar nas categorias “Desenho” e “Redação” elogiam a iniciativa. “Achei incrível ter sido premiado e fiquei muito feliz em receber o prêmio na faculdade, porque nunca a tinha visitado. Gostei do prêmio, porque eu não tinha bicicleta. Agradeço a todos que me ajudaram, em especial minha professora”, ressalta o ganhador na categoria “Desenho”, Felipe Martins Soares de Lima.

“Fiquei emocionada por ter sido premiada, pois não esperava ser selecionada entre tantas crianças. É uma iniciativa muito boa, porque ajuda muitas pessoas a se conscientizarem a respeito do meio ambiente”, completa a estudante premiada na categoria “Redação”, Dhuliana B. da Silva.

Fonte: Tribuna de Ituverava